Escolha uma Página

Entenda como o remarketing pode ajudar a melhorar seus negócios

Muitas empresas no Brasil quebram porque não vendem, e não há empresa no mundo que sobreviva sem vender. Algumas precisam vender produtos, outras serviços e algumas poucas, ao menos suas ideias.

E isso responde o “por que eu ensino remarketing”. Porque é algo que ajuda empresas a venderem mais, e dentro do que eu sei, sempre vou ensinar o que puder para fazer com que empresas cresçam.

Talvez você já tenha passado pela situação de saber que muitas pessoas passam pelo seu site mas acabam não comprando nada da sua organização ou do seu clube (sem você não me conhece, sempre falo em clubes por ter passado boa parte da minha carreira em clubes de futebol, e busco trazer soluções para os clubes sempre que posso).

O conceito de remarketing, que também pode ser encontrado como “retargeting”, basicamente envolve impactar novamente uma pessoa que já foi impactada de alguma maneira por algum conteúdo do seu negócio, ou seja, você chega novamente para as mesmas pessoas.

No final deste texto vou deixar um endereço para você solicitar um ebook gratuito que criei, em que explico melhor e mostro alguns exemplos, inclusive dando o caminho para que você coloque em prática o remarketing usando o Facebook ou o Instagram, mas aqui já quero te dar uma boa ideia do que pode fazer.

Tanto o Facebook, que inclui o Instagram, como o Google, que acaba incluindo o Youtube, permitem que você faça remarketing através de anúncios.

Como o remarketing funciona?

Quando você entra no ambiente de anúncios de cada uma destas plataformas, você sempre precisa escolher o público, ou seja, para quem quer que o seu anúncio seja mostrado.

Então, quando o seu objetivo for o de fazer remarketing, de impactar novamente alguém que já viu o seu conteúdo, o que você deve fazer é escolher um público que já passou por uma ou várias páginas do seu site ou que viu algum dos seus vídeos, por exemplo.

E qual a vantagem do remarketing?

Há algumas vantagens de se fazer remarketing, e vou trazer algumas delas.

A primeira é a de você fazer de uma maneira muito fácil, com que um conteúdo sobre o seu negócio, através de um anúncio que pode ou não ser uma propaganda, chegue para um grupo de pessoas que já demonstrou algum interesse nos seus produtos. E isso aumenta a chance de você chegar nas pessoas certas, pessoas com maior chance de se interessarem pelo que você vende.

Uma outra vantagem é que quando você faz um anúncio escolhendo um público que já viu seu conteúdo, você economiza dinheiro, já que deixa de anunciar para muitos milhares, ou até milhões de pessoas, para anunciar para uma quantidade específica de pessoas, justamente as que passaram pelo seus conteúdos.

Agora, pensando no Facebook e Instagram, posso te falar sobre outras vantagens trazidas pelas estratégias que utilizam remarketing. Para viabilizar o remakerting, o Facebook monitora as pessoas que passam pelo seu site, através que algo que chamam de “Pixel”.

Com esse monitoramento, você passa a ter algumas possibilidades, além de simplesmente fazer um anúncio mostrando um produto para quem demonstrou que já se interessou por ele.

Pense que você pode ter uma página de cadastro no seu site, uma página em que você oferece algo de valor, mas gratuitamente, em troca do e-mail do seu possível cliente, para que possa se comunicar com ele ou até enviar outros materiais gratuitos para que ele saiba mais sobre o seu produto.

E pense que você pode direcionar a pessoa que se cadastra para receber seu conteúdo, para outra página, de agradecimento. Em resumo, logo depois de confirmar o cadastro, a página muda.

E onde entra o remarketing nisso?

Simples! Se o pixel do Facebook (ou do Google), monitora as visitas, você pode começar a saber que um determinado grupo de pessoas completou o cadastro no seu site, porque ele também chegou à página de agradecimento, que só é mostrada para quem se cadastra. Esse público pode receber um determinado anúncio, ou mais do que isso, indo além do remarketing, você pode solicitar a busca de mais pessoas com as mesmas características dentro de todo o Facebook.

Ao mesmo tempo, você pode saber que outra parcela do público não se cadastrou, porque passou pela página de cadastro mas não chegou na página de agradecimento, o que quer dizer que são pessoas que fecharam a página de cadastro sem efetivamente se cadastrarem.

E isso te dá o poder de levar conteúdos diferentes para cada um destes públicos.

Veja que o remarketing não precisa ser feito como algumas lojas fazem, quando ao você pesquisar um aparelho de TV, propagandas desse mesmo aparelho ficam aparecendo na sua frente em todos os sites que você passa pelos próximos dias. E não que isso não funcione, para um e-commerce, funciona bem.

Mas você pode enviar um anúncio convidando a pessoa para alguma outra coisa, pode levá-la a outro conteúdo, enfim, você tem liberdade para isso.

E se quiser ter um bom marketing, você precisa entender o quanto cada pessoa percebe que você ou o seu produto, podem resolver o problema dela. Níveis diferentes de percepção exigem conteúdos diferentes, e o remarketing vai facilitar a sua vida neste momento.

O que eu quero que você saiba agora é que o remarketing é uma estratégia muito fácil de fazer, que pode te fazer economizar dinheiro e tempo.

Como citado lá no início do texto, eu tenho um ebook gratuito para te mostrar como ele funciona dentro do Facebook e Instagram, com alguns exemplos e formas de colocar em prática.

Para baixar, é só cadastrar o seu e-mail no endereço kitdenegociosonline.com.br/ebook-como-fazer-remarketing-no-facebook-pedido, e você receberá sua cópia em alguns minutos.

Além disso, deixei configurado para que você receba dicas e ideias no seu e-mail, durante os primeiros 5 dias.

Espero que aproveite, as ideias e o ebook.

Grande abraço!

Alessandro Gonçalves

Pin It on Pinterest

Share This